º PÁGINA PRINCIPAL
º Reflexôes
º EVANGELHO NO LAR
º Centros Espirítas
DIVALDO ENTREVISTA
º Noticias
(( MIEP 2014 ))
JORNAL E. UBERABA
O Que é Espiritísmo
KARDEC PONTO COM
º Lista De E-Mail
Reportagem Especial
Boletim De Noticias
º BELAS MENSAGENS
ºBiblioteca Virtual
º FILMES ESPIRITAS
º Nosso Lar O Filme
Programação FEPB
º RÁDIO
º Quem Ssomos
º Fale Conosco

 


Não vê essa imagem? Então clique aqui com botão direito do mouse e depois em Mostrar Imagem.
Clique aqui para ampliar essa imagem     

Integração dos Centros Espíritas no Agreste Meridional

A Federação Espírita Pernambucana em conjunto com as Casas Espíritas realizam o INTECEPE – Integração dos Centros Espíritas de Pernambuco, na Região do Agreste Meridional – Pernambuco, na Cidade de Gravatá.

Quando: domingo, dia 16 de novembro de 2014, das 09 às 17h00

Onde: Porto da Serra Hotel, situado à Rua Quatro de Outubro, 629 – Bairro Nossa Senhora Aparecida – Gravatá/PE (após o Quartel da Polícia Militar)

Programação:
08h30 – Recepção e credenciamento
09h00 – Abertura do evento pelos anfitriões e pela Equipe FEP – Prece Inicial
09h15 – Simpósio com Suely Werkhauser (PE) – A Educação da Mediunidade
10h15 – Intervalo – Lanche
10h30 – Continuação do Simpósio
11h30 – Participação do Público – Perguntas e respostas

12h00 – Intervalo – Almoço

13h30 – Apresentação Musical
14h00 – Reinício das Atividades. Plenária com a participação das Casas Espíritas em conjunto com as Coordenações da FEP
16h00 – Considerações finais. Escolha da próxima Cidade do Intecepe 2015
16h30 – Encerramento das Atividades. Despedidas. Prece Final


Não vê essa imagem? Então clique aqui com botão direito do mouse e depois em Mostrar Imagem.

Especialistas estudam efeitos da espiritualidade à saúde do brasileiro

 

As evidências científicas de que pessoas religiosas e espiritualizadas controlam sua pressão arterial, têm menores riscos cardíacos que levam a infartos e derrames e têm melhor qualidade de vida são abundantes

Fato que não chega a ser raro na rotina médica de cardiologistas é se deparar com pacientes que apresentam melhora no seu quadro clínico após promessas, orações e pedidos ao santo de sua devoção para que os ajudem na sua cura.

Na prática, não há respostas científicas para isso. Mas muitos profissionais já começam a se interessar pelo assunto, não só no Brasil, mas no mundo todo. Um deles é o cardiologista Álvaro Avezum, do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia, em São Paulo, que coordena o Grupo de Estudos em Espiritualidade, e participará como debatedor em duas mesas-redondas sobre o tema no 68º Congresso Brasileiro de Cardiologia, que será realizado em setembro, no Rio de Janeiro.

O objetivo é entender se o modo como as pessoas vivem e encaram as doenças pode interferir na saúde e na recuperação de problemas cardiovasculares.

'As evidências científicas de que pessoas religiosas e espiritualizadas controlam sua pressão arterial, têm menores riscos cardíacos que levam a infartos e derrames e têm melhor qualidade de vida são abundantes', afirma Avezum. 'Além disso, sentimentos tidos como positivos são relacionados à melhora de doenças em geral', avalia.

Para o especialista, a espiritualidade é uma postura perante a vida e não uma religião. Desta forma, sentimentos de paz, tolerância, tranquilidade, perdão e resignação caracterizam uma personalidade espiritual, influenciando na saúde do coração. 'Tanto que o grupo é integrado por agnósticos, judeus, católicos, muçulmanos, espíritas e até mesmo ateus', conta.

Fase inicial

Os estudos ainda estão em fase inicial. Porém, Avezum comenta: 'Há de chegar o dia em que poderei dizer ao paciente que, se ele for espiritualizado e souber lidar bem com as suas emoções, evitará as cardiopatias ou pelo menos elas não serão tão graves. Da mesma forma como hoje posso dizer com segurança a um paciente que, se ele fuma, tem maior possibilidade de sofrer um infarto do que um não fumante'.

O grupo, atualmente, desenvolve uma pesquisa com 14 mil médicos associados à Sociedade Brasileira de Cardiologia, na qual os profissionais são questionados se têm religião, se frequentam igrejas ou cultos, com que frequência leem trabalhos sobre o tema e se têm o hábito de rezar ou não.

Esse questionário vem de um estudo norte-americano, já que há bastante tempo os Estados Unidos investem nesse tipo de pesquisa. Tanto que 80 faculdades de medicina daquele país incluem formalmente no currículo a cadeira Saúde e Espiritualidade, enquanto por aqui essa matéria só é curricular em três instituições.

No Brasil

Segundo a literatura científica mundial, há uma correlação direta sobre espiritualidade e doenças cardiovasculares, uma conclusão que o grupo de estudos brasileiro se propõe a verificar se é válida também para o Brasil.

Outra médica que pesquisa o assunto é a ginecologista Marlene Nobre, presidente da Associação Médico-Espírita do Brasil, a AME, entidade que acaba de realizar a 9ª edição do Mednesp – Congresso Nacional Médico-Espírita do Brasil, em Maceió, Alagoas.

O tema desenvolvido durante o congresso foi a relação entre a saúde do corpo, da mente e do espírito, com palestras em torno de estudos médicos que usam a fé, a oração e a espiritualidade nos tratamentos e processos de cura.

Para a médica, o que é importante para o espírito são os sentimentos que promovem o encorajamento e a confiança de que a pessoa irá melhorar. 'A atitude do ser humano pode promover uma reação favorável ao seu corpo, com sensação de bem-estar e alegria, tornando o cérebro produtor de estímulos positivos'.

E, segundo ela, isso já é comprovado por estudos psicossomáticos. 'Além disso, procurar ser feliz, desejar o bem dos outros e não guardar rancores já é uma boa forma de se ter uma vida muito mais saudável', afirma.

Visão católica

Para o Padre Valeriano dos Santos Costa, diretor da Faculdade de Teologia da PUC-SP, espiritualidade é viver em comunhão com o Espírito de Deus. É um refinamento, um desenvolvimento que se busca em qualquer religião. É algo antropológico, considerado pela Filosofia como uma virtude humana.

'Em momentos difíceis, de fragilidade, o ser humano busca sua força de origem divina para apoiá-lo. E, de forma geral, ele pode ter uma melhora sensível, em especial nas diversas doenças que afetam o coração.'

Mas o Padre Valeriano ressalta: 'Não estamos falando de casos extremos, em que há, por exemplo, total comprometimento do coração, e sim de problemas como hipertensão ou outras situações em que a confiança, a paz e a tranquilidade podem resultar de forma positiva. É quando a pessoa se permite receber uma graça divina por meio da fé, de promessas e orações'.

De acordo com Costa, a fé pode levar à calma e à estabilidade emocional, normalizando picos de agitação. Desta forma, o coração repercute a espiritualidade e a religiosidade de cada um.

O padre, que celebra missas na Igreja Nossa Senhora do Brasil (aos domingos, às 12h30, em São Paulo), diz, inclusive, que isso é algo bem comum. 'Consigo me recordar de vários casos em que promessas e orações auxiliaram no tratamento de fiéis', finaliza.

 

Fonte:http://noticias.uol.com.br/saude/ultimas-noticias/redacao/2013/06/09/especialistas-estudam-os-efeitos-da-espiritualidade-sobre-a-saude.htm



Não vê essa imagem? Então clique aqui com botão direito do mouse e depois em Mostrar Imagem.

OS ESPÍRITAS VERDADEIROS

No Brasil existem, como sabemos, muitos simpatizantes da Doutrina Espírita. Simpatizar com a doutrina significa aceitá-la, não recriminar suas práticas ou seus ensinamentos, mas não significa, necessariamente SER espírita.

O que é ser espírita? Serão os espíritas aqueles que vão ao Centro apenas para tomar passe, água fluidificada ou receber orientações espirituais?

Essas são perguntas simples de responder, mas vejamos, antes, algumas ponderações:

Levando-se em conta que nossa alma é eterna, ou seja, o espírito é imortal, e que fomos criados, por Deus, simples e ignorantes, certamente acumulamos muitos erros ao longo de nossa existência, exercitando nosso Livre Arbítrio.

Precisamos, no entanto, irmos nos aperfeiçoando ao longo de nossa jornada, quer como encarnados ou desencarnados. Precisamos ir mudando nosso padrão de comportamento, se quisermos seguir esse imperativo de Jesus.

Nenhum espírita está isento de erro, mas se os tem procura corrigi-los, dando o exemplo de boa conduta.

Muitos não sabem que a doutrina que os espíritos ditaram a Kardec, o Espiritismo, nos orienta a sermos bons e a obedecermos um código de moral, com um comportamento ímpar, afim de seguir o imperativo de Jesus “sede perfeitos, como perfeito é o vosso Pai celestial” (Mt5:48)

Isso levou Kardec a dizer: “Reconhece-se o verdadeiro Espírita pela sua transformação moral, e pelos esforços que faz para domar suas más inclinações.” (Allan Kardec, OESE., XVII, 4).

Ponderando com Allan Kardec, torna-se simples definir quem é o verdadeiro Espírita, afinal podemos reconhecê-los pelos esforços que fazem em transformar-se em pessoas moralmente melhores e em domar suas más inclinações, geradas pelas imperfeições milenares que todos carregamos na alma imortal.

Para que essa mudança de comportamento aconteça ela deve partir de dentro. A mudança é interior. É preciso se conhecer intimamente para querer mudar, é preciso reconhecer seus erros. É o que chamamos REFORMA ÍNTIMA.

Fazer a Reforma Íntima é essencial para o progresso espiritual, mas não é tudo. Ser espírita, verdadeiramente, é um compromisso muito maior, que procuraremos elucidar em nossas conversas posteriores.

Aqueles que se dizem “espíritas”, mas ainda caminham paralelamente ao Espiritismo, se não fazem sua reforma interior, mudando seus pensamentos e atitudes, podem até ter boas intenções, mas não são verdadeiros espíritas, são apenas simpatizantes da Doutrina dos Espíritos.

Sônia Mendes

Sônia Mendes é colunista do Paracatu Notícias. Professora de Física, graduada pela UFU, pós graduada pela PUC BH, ex-diretora do CESEC de Paracatu, aposentada, atuante no Movimento Espírita, frequentadora do Centro Espirita Fé Esperança e Caridade de Paracatu

 




Não vê essa imagem? Então clique aqui com botão direito do mouse e depois em Mostrar Imagem.

Divaldo Franco é destaque no The Guardian

Fundado em 1821, The Guardian é um dos serviços noticiosos mais completos em língua inglesa. Além da versão impressa, o seu site guardian.co.uk é um dos mais visitados do mundo, se constituindo, sob a égide Guardian news and mídia, em uma das empresas midiáticas mais bem sucedidas do Reino Unido.

Na edição de 26 de janeiro [2014] o destaque foi:

 

Voices of Brazil: the spiritual médium

 

The country has woken up to its responsibilities and people are slowly winning their rights as citizens,` says Divaldo Franco, Brazil`s most popular spiritual médium.

 

 

 

 Spiritualism is growing in Brazil because it attends to the cultural, emotional and spiritual needs of society: Divaldo Franco

 

Vozes do Brasil: o médium

 

O país tem de acordar para as suas responsabilidades e as pessoas estão lentamente ganhando seus direitos como cidadãos, diz Divaldo Franco, médium mais popular do Brasil.

O espiritismo está crescendo no Brasil porque atende às necessidades culturais, emocionais e espirituais da sociedade. - Divaldo Franco

 

A reportagem se refere aos oitenta e seis anos de Divaldo,embora considere que ele não aparenta mais de sessenta. Enaltece sua atividade de médium, com mais de dez milhões de livros vendidos em todo o mundo.

Fala do mundo sereno e pacífico de Divaldo, do seu trabalho na Mansão do Caminho, desde a visão que ele teve em 1948, aos vinte e um anos de idade, às mais de trinta mil crianças que passaram pela Mansão ao longo de seis décadas, do seu trabalho de psicografia, transformado em livros, para financiar grande parte do trabalho da Mansão.

E conclui: Apesar de sua idade, Franco ainda carrega a sua própria mala e viaja o mundo sozinho, como tem feito ao longo de décadas, fazendo centenas de palestras.

“ Essas viagens têm o objetivo de abrir as portas para aqueles que virão no futuro,” diz ele. “ Minha mensagem é de amor, de esperança, de carinho. Dizer às pessoas que as nossas vidas têm um significado e que não estamos na Terra para sofrer.”

 

Para quem deseje ler a integralidade da reportagem:

http://www.theguardian.com/world/2014/jan/26/interview-with-spiritual-
medium-divaldo-franco

Em 26.3.2014.

 

 


;



Todos os direitos reservados 2007

Site pronto: NetFacilita